Destaque

A proposta de um romântico sonhador

Edu-Mendes-Salão-da-Biblioteca
Biblioteca Real Gabinete Português de Leitura. Crédito foto: Edu Mendes

SEJAM TODAS E TODOS BEM VINDOS AO UNIVERSO “LITTERAMUNDIS”!

   

O projeto “LITTERAMUNDIS” (do latim: Mundo Literário) nasce para trazer um novo espaço de debate, discussão e propostas com ênfase romântica, poética e literária, dialogar com todos que desejam construir e viver num mundo melhor. Um local dedicado ao compartilhamento de experiências e opiniões diferentes que nos levam à reflexão sobre nossas ações e seus impactos, nossas essências e existências, sobre quem fomos, quem somos e quem desejamos nos tornar. A convivência mais harmoniosa em nossas vidas cotidianas, nos grupos dos quais participamos e, de forma mais “ambiciosa” em nossa sociedade, é o que pretende este espaço.

 

Temas de diferentes naturezas com uma forte responsabilidade e engajamento serão colocados em pauta: literatura, poesia, ecologia, estilo de vida e reflexões filosóficas e sociológicas. Transformar nossos sonhos e ambições de uma vida melhor em realidade; com dicas simples e facilmente realizáveis, busco mostrar-lhe, cara leitora, caro leitor, que podemos melhorar e aprimorar nossas existências.

 

Tenho a grande ambição de defender e demonstrar a tese de que com simples atos é possível atingirmos um estilo de vida melhor e que com pequenas mudanças e autorreflexão podemos, sim, melhorar o que já existe, transformar nossas vidas e criar aquilo que ainda não foi criado. Acredito no poder das palavras, da troca das mesmas, da construção de um diálogo, debate, discussão e do compartilhamento de ideias e ideais distintos.

 

Não é necessária “genialidade”, grande poder de influência ou mesmo forte capital financeiro para fazer a diferença no mundo. Cada pequeno trabalho, por mais banal que seja – ou até mesmo que nos pareça insignificante – causa grande impacto em um “todo”. Se aceitarmos esta ideia, perceberemos que dentro de uma sociedade o papel que cada ator social realiza é de vital importância.

 

Como se a premissa fosse verdadeira, não somos os “Einsteins, Platões, Sartres, Marxs, Lockes, Victor Hugos, Chaplins, Schindlers, Suassunas, Dumas, Saramagos, Machados”, entre outros gênios, escritores e defensores de minorias; personalidades que mudaram o mundo e influenciaram gerações com o legado de suas obras, que perdurará por toda a existência da Humanidade. Porém, não precisamos possuir estas “genialidades” nem realizar grandes feitos altruístas para fazermos a diferença no mundo em que vivemos.

 

Não consigo pensar na grandeza e na veracidade de uma das maiores Leis Naturais que foi desenvolvida por Sir Isaac Newton. Refiro-me à sua Terceira que nos diz que “toda ação acarreta uma reação” e, obviamente, não entrarei no aspecto da Física. Sirvo-me desta Lei para ilustrar apenas meu propósito de que cada ação humana leva de fato a uma reação.

 

Por isso deixo aqui uma primeira reflexão. Se queremos um mundo melhor e mais justo devemos praticar o altruísmo, o desapego, o desinteresse ou o egoísmo, a ganância e o interesse?

 

Nossas ações recentes ou antigas fazem parte do primeiro ou do segundo grupo a cima citados? Nossas ações ultimamente causaram reações boas ou ruins?

 

Convido-lhes a fechar os olhos por alguns minutos e refletir sobre estas questões, sobre as ações que vocês, cara leitora, caro leitor, realizou ultimamente…

Continue lendo “A proposta de um romântico sonhador”

Anúncios