PAU A PAU

Música:  “Air” por  Johann Sebastian Bach

 

 

SONETO II

 

 

 

“Ainda coberta com o sangue do senhor,

andava sem rumo pelas ruas, perdida.

Foragida do seu destino, criminosa e assassina;

Era hora de recomeçar.

Numa casa de pão, achou uma boa alma

e lá encontrou seu ganha-pão.

Pegava a lenha, punha no forno,

mexia e remexia a farinha, fazendo tranças de amor.

Trabalho e suor, cansaço e medo,

uma nova vida para a antiga dama da noite.

Transpirar no forno era melhor, ah! era melhor do que na cama!

Liberada da servidão de servir com seu corpo,

agora os cabelos louros e suas mãos macias

serviam pão e comida; que utopia…de liberdade..?!”

 

 

J.G.P.A – 05/11/2018 – Americana, SP – Brasil

 

 

Anúncios

Um comentário em “PAU A PAU

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s