DOIS MUNDOS

 

caronte
Crédito imagem: Caronte ilustrado por: Gustave Doré, para a Divina Comédia.

 

 

“Em tudo existe dois lados, duas faces;

o ouro em forma de moeda tem sua cara,

mas também sua coroa. Isso tudo está longe de ser à toa.

 

 

 Um rio tem duas margens e, uma pessoa duas personalidades, fachadas;

porém existe a impossibilidade,

de estar nos dois lados, ao mesmo tempo.

Do rio escolhemos uma das margens, e da pessoa uma personalidade.

 

 

Gostaria de saber o que jaz do outro lado do rio,

nessa margem desconhecida;

Infelizmente não me chamo Caronte!

Apenas a morte até lá me conduzirá.

Porém, preciso, por ora, me contentar

desta prisão que me entorna e me sufoca.

 

 

Ó Barqueiro! Que inveja sinto de você!

vagando entre dois mundos, vendo vivos e mortos.

Conhecendo as duas margens do rio!

E o melhor: para cada alma levada, duas peças de ouro são creditadas!”

 

J.G.P.A – Vercelli, Itália – 24/06/2018

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s