A proposta de um romântico sonhador

Edu-Mendes-Salão-da-Biblioteca
Biblioteca Real Gabinete Português de Leitura. Crédito foto: Edu Mendes

SEJAM TODAS E TODOS BEM VINDOS AO UNIVERSO “LITTERAMUNDIS”!

 

    O projeto “LITTERAMUNDIS” (do latim: Mundo Literário) está nascendo para trazer um novo espaço de debate, discussão e propostas  com uma ênfase romântica, poética e literária para desenvolver e dialogar com todos os indivíduos  que desejam e anseiam em construir e viver em um mundo melhor. Um espaço dedicado ao compartilhamento de experiências, visões e opiniões variadas que nos levam à reflexão sobre nossas ações e seus impactos, nossas essências e existências, sobre quem fomos, quem somos e quem desejamos nos tornar para podermos atingir uma convivência mais harmoniosa em nossas vidas cotidianas, nos grupos que participamos e fazemos parte e, de forma mais “ambiciosa” no seio de nossas sociedades como um todo.

 

    Esta proposta visa abordar assuntos de diferentes naturezas com uma forte responsabilidade e engajamento para todas e todos que se interessem aos assuntos que serão aqui colocados em pauta. Tratar de temas como literatura, poesia, ecologia, estilo de vida e propor reflexões filosóficas e sociológicas para que possamos transformar nossos sonhos e ambições de uma vida melhor em realidade; com dicas simples e facilmente realizáveis, busco mostrar-lhe, cara leitora, caro leitor, que juntos podemos melhorar e aprimorar nossas existências.

 

    Tenho a grande ambição de demonstrar e defender a tese de que com simples atos e ações é possível atingirmos uma estilo de vida melhor e que com pequenas mudanças e auto reflexão podemos sim melhorar o que já existe, transformar nossas vidas e criar aquilo que ainda não foi criado. Acredito no poder das palavras, da troca das mesma, da construção de um diálogo, debate, discussão e do compartilhamento de ideias e ideais distintos, pois por mais que possamos divergir em muitos pontos, tenho a convicção de que todos nós buscamos e lutamos por melhorias em nossas vidas.

 

Pequenas ações têm o enorme poder de gerar grandes mudanças, acredito ser pertinente esta forma de pensar, não é necessário sermos dotados de uma “genialidade”, de um grande poder de influência, ou sermos munidos de um forte capital financeiro para que possamos fazer a diferença no mundo. Cada uma de nossas ações, por mais banais que sejam – ou até mesmo que nos pareçam insignificantes – causam impactos incomensuráveis em um “todo” universal, se aceitarmos esta ideia poderemos então perceber que dentro de uma sociedade o papel que cada ator social realiza é de uma  importância vital.

    Claramente não somos todos Einsteins, Platões, Sartres, Marxs, Lockes, Victor Hugos, Chaplins, Schindlers, Suassunas, Dumas, Saramagos, Machados…entre outros gênios, escritores, ativistas, defensores de minorias e personalidades que mudaram o mundo e influenciaram gerações e continuarão assim fazer com o legado de suas obras e feitos que perdurará por toda a existência da Humanidade. Porém, não precisamos possuir estas “genialidades” nem realizar grandes feitos altruístas para fazermos a diferença no mundo em que vivemos.

 

    Não consigo  impedir-me em pensar na grandeza e na veracidade de uma das maiores Leis Naturais que foi desenvolvida por ninguém menos que Sir Isaac Newton, refiro-me aqui à sua Terceira Lei que nos diz que toda ação acarreta uma reação, obviamente não entrarei nas profundezas desta Lei no aspecto da Física nem da intensidade de cada ação que gera uma reação de mesma intensidade, sirvo-me desta Terceira Lei para ilustrar meu propósito de que cada ação humana causa de fato uma reação.

 

    Ou seja, tudo que fazemos, criamos, vivemos, consumimos, construímos, destruímos, falamos, escrevemos, trocamos, compartilhamos fazem parte de ações que geram de fato reações de diversas naturezas causando impactos primeiramente em nosso próprio “ser”, mas também em tudo que está redor em diferentes escalas, começando pelas pessoas mais próximas com quem temos mais contato e vivência, depois estas ações causam efeitos igualmente nos grupos que participamos (podendo ser nossos trabalhos, nossas filiações religiosas, artísticas, politicas… E finalmente, tudo aquilo que fazemos tem o poder de interferir e influenciar a sociedade e o mundo de modo geral.

 

    Por isso que deixo aqui uma primeira reflexão, se queremos um mundo melhor, mais justo, devemos agir e direcionar nossas ações para que isso aconteça, se estas ultimas forem mal intencionadas, maliciosas as reações assim serão, tudo é uma questão de equilíbrio. Por outro lado se nossas ações forem corretas, altruístas, bondosas, os impactos delas serão positivos e benéficos para começarmos a caminhar em direção de uma evolução visando a melhoria do mundo no qual vivemos:

 

           Nossas ações recentes ou antigas fazem parte do primeiro ou do segundo grupo a cima citados? Nossas ações ultimamente causaram reações  boas ou  ruins?

 

    Convido-lhes a fechar os olhos por alguns minutos e refletir sobre estas questões, sobre as ações que vocês, cara leitora, caro leitor, realizou ultimamente…

 

 Refletir, racionalizar, duas qualidades próprias dos seres humanos, um exercício que deveríamos realizar com mais frequência para melhor nos conhecermos. Durante esta jornada para qual eu convido-lhes no “LITTERAMUNDIS”, iremos juntos exercitar essa arte da reflexão, do auto conhecimento e de aprendermos a sermos críticos em relação aos nossos atos e suas respectivas consequências.

 

 

    Em síntese, o universo do “LITTERAMUNDIS” terá como proposta, engajamento e responsabilidade de abordar os assuntos citados a cima, tendo também como objetivo de aproximar nossa leitora, nosso leitor de um gênero literário banalizado, marginalizado e pouco difundido: A POESIA.

 

    Toda quarta-feira, na sessão ” O POETA”, vocês poderão encontrar a publicação de poemas para amenizar a correria da semana, o frenesi que nos é imposto e os problemas aos quais somos confrontados diariamente. ” As quarta-feiras poéticas” virão com o objetivo de levar o leitor para perto da poesia e proporcionar momentos de relaxamento, de romantismo e despertar sentimentos que só podem ser acordados através dessa maravilhosa arte e meio de expressão que é a poesia. Amores, medos, dúvidas, paixões, angustias, valores, esperanças, sonhos, viagens, imersões, tristeza, felicidade, estes são alguns dos sentimentos que os poemas irão lhes proporcionar.

 

    No que se refere as outras sessões deste universo, “O MUNDO ATRAVÉS MEUS OLHOS”, virá também com publicações regulares com uma proposta de oferecer elementos autobiográficos expondo a minha maneira de ver o mundo e nele viver. Na sessão “O CRONISTA” irei propor crônicas relativas ao dia a dia, aos acontecimentos, fatos e feitos por mim vividos ou presenciados e também haverá a possibilidade de encontrar  publicações relativas a atualidade e acontecimentos recentes, expostos e comentados com cautela e responsabilidade sobre os ocorridos da semana no Brasil e no mundo, com um olhar diferente dos grandes meios de comunicação que estão presentes no nosso cotidiano; propondo assim um olhar mais crítico e aprofundado do que os que nos são constantemente lançados sem profundidade pelos meio de comunicação “tradicionais”

 

    Na sessão “O SONHADOR” a proposta é bem simples: apresentar um conjunto de textos, de reflexões sobre aquilo que eu anseio e sonho para a construção – não de um mundo perfeito – mas de um mundo mais justo. Já em “O ATIVISTA”, serão apresentados escritos sobre minhas batalhas e ambições sociais para um melhor desenvolvimento da sociedade, nesta sessão irei debater sobre militância e os frontes onde travo minhas batalhas em busca de alcançar – ao menos tentar alcançar – uma certa forma de justiça social.

 

    E por fim – na última, mas não menos importante sessão de “LITTERAMUNDIS” o debate terá um foco não apenas discursivo e reflexivo, mas também prático;  “O ECOLOGISTA” vem com uma proposta para abordar assuntos relativos a ecologia, bem estar, modo de vida, alimentação, saúde entre outros tópicos, visando não apenas demonstrar que é possível conseguir viver melhor e viver em harmonia com a natureza de qual somos dependentes.

 

Convido-lhes então a participar e dividir comigo esta aventura repleta de palavras, pensamentos, reflexões, sonhos, desejos para juntos caminharmos em direção a um mundo melhor…

Anúncios