EXORDIUM

cropped-capa-nova-1.png

Ah! O universo, a vida, as dúvidas, os amores e as dores… O bom e o mau, o justo e o injusto… O que há e o que ainda será, o que já foi e não voltou, para sempre preso no passado, esquecido e efêmero… O dia e a noite, o frio e o calor, o sinônimo e o antônimo, a contradição e a afirmação…
****
A existência e sua essência. Uma folha de papel, uma caneta, uma letra, uma palavra, uma frase, uma estrofe, um parágrafo… Pare! UM POEMA, UM SABOR, UMA COR.
****

Uma vida cheia d’outras vidas; um narrador, centenas de personagens.
UM PROPÓSITO. Insólito, pouco ou muito, demasiado ou singular. Único e banal.
O Sol e a Lua, de tudo um pouco e de um pouco TUDO.
****
Um garoto, uma mente, um sonhador; idealista que tenta idealizar; concretizar, sobreviver – ao menos, existir – na insensatez do mundo, no meio de tantos pares de olhos onde não há olhar, não há tempo, o relógio nunca para, e percebe que o mundo ao seu redor é um mero plano de fundo…
****
Um escritor, um poeta, um contador de histórias, um observador, um amante de tudo o que há de bom no mundo. Pessoas. Encontros. Aventuras. Desventuras. Luzes. Tempestades.
****
Uma vida, um ser; um minúsculo grão de areia na multidão da mais vasta praia. Uma exígua poeira cósmica vagando e vagante pela imensidão do universo.
Um ser insignificante em busca do seu significado; escrevendo linhas e versos, criando, brincando…
Porque no final de todas as cousas a vida é assim:
um retrato efêmero de uma paisagem única,
cliques de instantes que já se passaram;
Uma folha de papel em branco à espera de ser preenchida com as palavras da nossa vida.
****
Deixando um registro, quem sabe um legado?… Sem pretensões, exclusivamente melhores intenções.

****
Escrevo porque existo ou existo porque escrevo?

 

 J.G.P.A – 09/06/2019 – Americana, SP – Brasil

Anúncios
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close